noticias Seja bem vindo ao nosso site Portal e Rádio Web Picos Mais!

Policia

Pistoleiro diz que ordem era para matar marido de secretária na frente das filhas

Publicada em 16/09/2022 às 15:07h

por Portal e Rádio Web Picos Mais


Compartilhe
Compartilhar a notícia Pistoleiro diz que ordem era para matar marido de secretária na frente das filhas  Compartilhar a notícia Pistoleiro diz que ordem era para matar marido de secretária na frente das filhas  Compartilhar a notícia Pistoleiro diz que ordem era para matar marido de secretária na frente das filhas

Link da Notícia:
Virtex
Chagas Vieira

Pistoleiro diz que ordem era para matar marido de secretária na frente das filhas

Atualizada às 12h

suspeito de matar o marido da secretária de Assistência Social de São Raimundo Nonato foi localizado e preso na tarde desta quinta-feira (15), no município de São Lourenço, a 20 km do local do crime. Em depoimento, o homem, identificado como Juniel Assis Paes Landim, alegou que foi contratado por R$ 1,5 mil para matar João Rodrigues Dias Neto e que o mandante exigiu que o crime fosse cometido na frente das filhas da vítima.  

Juniel Assis, que teve a prisão preventiva decretada, apontou duas pessoas como autores intelectuais do homicídio. Segundo o suspeito, após o crime, ele recebeu o dinheiro e entregou a arma utilizada no assassinato para um dos homens que o contratou. 

O juiz de direito titular da primeira Vara da Comarca de São Raimundo Nonato, Carlos Alberto Bezerra Chagas, acatou o pedido de autoridades policiais e também decretou a prisão preventiva dos suspeitos de serem os mandantes do crime. O magistrado também determinou  busca e apreensão domiciliar em quatro endereços.

Foto: Reprodução / Redes Sociais

“Estas circunstâncias demonstram o perigo gerado pela liberdade dos envolvidos na empreitada criminosa, uma vez que, soltos, além de poderem facilmente destruir e ocultar provas do crime, podem atentar contra a integridade ou a vida de testemunhas, pois não se deve olvidar dos elementos que indicam que a motivação do crime consiste, a princípio, em vingança pela morte dos genitores dos autores intelectuais”, diz decisão do juiz de direito. 

Crime por vingança

O delegado-geral de Polícia Civil, Lucy Keiko, afirmou nesta sexta-feira (16) que considera o crime totalmente esclarecido com a prisão do suspeito de homicídio. Segundo Luccy Keiko, foi constatado o que se havia pensado da motivação do crime que foi por causa de um acidente de trânsito. 

“A Justiça está sendo feita e será concluir o inquérito com brevidade e com a prisão dos autores intelectuais desse crime. Quem de fato contratou”, afirmou o delegado Luccy Keiko.

O delegado Lucy Keiko reforçou ainda que a motivação do crime foi vingança por parte dos autores intelectuais, que culpavam a vítima pela morte do pai durante um acidente de trânsito.  “A vítima do homicídio teria sido culpado na ótica de alguns familiares e por conta disso queriam que acontecesse o assassinato dele acontecesse da mesma forma”, pontuou o delegado. 

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

 

Lucy Keiko lembra que à época do acidente, em junho de 2022, a vítima não foi indiciada pela morte do idoso no acidente. Segundo consta nos autos, o pai dos suspeitos autores intelectuais teria morrido após colidir contra um animal na cidade e João Rodrigues bateu no mesmo animal antes de passar sobre o idoso já sem vida. 

A arma utilizada no crime foi localizada na casa de um dos autores intelectuais da morte do esposo da secretaria de São Raimundo Nonato.

O delegado afirmou também que o suspeito foi contratado com a promessa de receber R$ 5 mil pela morte de João Rodrigues e até o momento tinha recebido R$ 1,5 mil. “O restante seria depois. E esse é um dos motivos que agrava a pena do crime de homicídio”, acrescentou o delegado Lucy Keiko. 

Juniel Assis é uma pessoa conhecida na cidade de São Raimundo Nonato por crimes ligados a furto e seria usuário de drogas.

O assassinato

vítima foi morta na frente das duas filhas quando as buscava em uma escola no centro da cidade.  Ele era casado com a empresária Valdenia Costa, secretária do Trabalho e Assistência Social do município. 

Um vídeo mostra o momento em que um homem espera João Rodrigues passar pela rua. Quando ele vê a motocicleta, o suspeito logo aponta a arma para a vítima e as duas crianças. Ele então realiza disparos de arma de fogo contra João.

A vítima e a filha mais nova caem no chão, enquanto a mais velha tenta socorrer eles. As duas meninas não ficaram feridas.

 

 

 

Nataniel Lima
redacao@cidadeverde.com 




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (89)99432-2914

Visitas: 1689459
Usuários Online: 131
Copyright (c) 2022 - Portal e Rádio Web Picos Mais - Foi Muito Bom ter Vocês Conosco Volte Sempre: Equipe/ Portal e Rádio Web Picos Mais FM
Obrigado por entrar encontato com agente, nossa equipe entrarar encontato assim que possivél